Vidas (+) Autônomas

São somente dez dias e o país literalmente parou por completo por causa da falta de um único recurso natural e finito. O que nós temos a ver com isso?

Deixando as questões políticas e partidárias de lado, é claro.

Eu acho coerente a reflexão neste momento após o caos que vivemos nas últimas semanas para entendermos os fatores limitantes da nossa vida diária. Você já pensou quais recursos você precisa para viver? Para se locomover? Para ir ao trabalho? Para adquirir comida? No caso de um caos, você sobreviveria?

 

iStock-538680254

A Bolsa de Valores entrou em colapso, as empresas liberaram seus funcionários de suas funções, reuniões foram canceladas, supermercados vazios, como diria um ex-colega meu de trabalho, O-C-A-O-S.

A ultra-dependência por um único recurso para podermos realizar todos os transportes necessários para o bom funcionamento de nossa vida é algo que foi sendo criado ao longo dos anos. É uma forma rápida para resolver um problema que deveria ser analisado com a calma de quem prevê um futuro sustentável, seguro e inteligente.

Os últimos dez dias no Brasil me fizeram refletir sobre a funcionamento da nossa vida, as fontes de recursos que temos e como é possível viver com menos, com mais autonomia para não dependermos tão fortemente dos fatores externos.

Este assunto é pauta em 2018, ano de muitos questionamentos gerados pela crise que estamos atravessando há alguns anos. Foi tema de campanhas publicitárias, ações sociais e sei de muitos empreendedores com foco em alto impacto que estão trabalhando nesta questão.

calice5anos.jpg

Quem não se questionou com a campanha da Stella Artois? Pensar que a água sai “milagrosamente” da nossa torneira enquanto em outros países percorrem-se quilômetros até encontrá-la é algo a se refletir.

Deixando de lado a questão política que envolve esta situação, entrando em uma zona neutra de análise da funcionalidade do país, percebemos que estamos bem atrás de muitos outros lugares onde carros elétricos já são realidade, bicicletas com ciclovias próprias para nos locomovermos, hortas em Rooftops em meio às cidades e por aí vai.

urban-farming-rooftop-migel-800x500

Fonte: Scandinavian Traveler

Mas o que podemos fazer para ajudar a reverter esta situação e criarmos um Brasil com mais autonomia? Que não precise tanto de recursos finitos para as atividades diárias?

iStock-672566624

No caos e na crise surgem também muitas oportunidades para o empreendedorismo social, temas já tratados neste artigo e neste também. Eu acredito sinceramente que o que pode e irá mudar o país são os empreendedores. Pessoas que buscam redesenhar aspectos precários em alguns segmentos e que objetivam melhorar a vida das pessoas. O fomento de novos negócios sociais é sempre um ótimo negócio para o país.

Sabemos que alguns recursos são bastante dependentes do fornecimento de órgãos responsáveis, como a água potável. Mas, de uma forma geral todos nós podemos e devemos criar alternativas para viver com mais autonomia. Onde possamos nos locomover livremente e na medida do possível para não perdermos compromissos sociais por falta de recursos, colher nossos próprios frutos em caso de necessidade, ter acesso a eletricidade captada por diferentes fontes e por aí vai.

Pensando nisso, criamos abaixo uma lista de sugestões que podem transformar a sua vida e a de todos em sua volta. O mundo muda com a ajuda de todos e um país com menos dependência de recursos finitos é possível sim:

1. Morar perto do trabalho
Existe algo melhor do que estar perto de casa e não precisar perder horas no trânsito?

2. Cultivar a sua própria Horta
Existem as verticais, para quem não tiver muito espaço. É uma delícia colher os alimentos e hortaliças do próprio jardim!

3. Captação de Luz Solar
Você já pensou em colocar placas de Captação Solar para reduzir os custos com luz?

4. Compostagem
Pode ser feita em casa e ajuda na redução da sobra dos alimentos.

5. Criar um círculo de Relacionamento
Ter o contato de vizinhos próximos e da comunidade que se em vive em geral é algo saudável e útil para algum momento de necessidade. Você conhece o app “Tem Açúcar”? Ele incentiva justamente o espírito de vizinhança.

6. Plantar árvores 
De preferência plante uma por ano perto de sua casa. Elas dão sombra, frutos, purificam o ar e fazem bem para você.

7. Fazer os seus próprios produtos de beleza
Procure por receitas caseiras para hidratar e esfoliar a pele e os cabelos.

8. Dividir coisas com os outros
Utensílios que não usamos frequentemente podem tranquilamente ser divididos entre vizinhos, irmãos, parentes… Coisas como carro, ferramentas gerais,…

9. Ter bons hábitos 
Economizar água e luz, separar o lixo seco do lixo orgânico, usar ecobags, tudo aquilo que você vê nos programas de tv rsrs.

10. Praticar o Lowsumerism
Você realmente consome tudo o que compra? Aqui deixo uma dica pessoal que aprendi com o professor Gustavo Ziller, do Canal Off: gaste dinheiro com experiências ao invés de coisas. Com o passar do tempo, você vai se lembrar de todas elas e as coisas se terminam.

Você tem outras ideias que podem ser usadas para facilitar a vida das pessoas e economizarmos recursos naturais? Adoramos receber a contribuição de nossos leitores! 🙂

Já conhece nosso Instagram? Aproveite para acompanhar as nossas redes!

PatriciaDambros

Patrícia D’Ambros
Master em Design Visual,
Especialista em Criatividade para novos Negócios.
Gestora de Processos criativos.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s